Covid e enoxaparina como cura: um estudo na Itália abre novas esperanças

Anticoagulantes

Um estudo realizado em 13 centros italianos em pacientes com Covid moderado-grave mostrou que o uso oportuno do anticoagulante enoxaparina em uma dose intermediária - de 60 a 100 mg, com base no peso corporal - pode encurtar a duração da 'hospitalização de mais de 20% em comparação com a dose profilática e melhora os sintomas em mais de 65% dos casos. Os resultados da pesquisa INHIXACOVID19 foram apresentados no XX Congresso SIMIT em Milão. O estudo foi coordenado pelo professor Pierluigi Viale, professor de Doenças Infecciosas de Bolonha, que nos falou sobre o papel da heparina. “Usá-lo precocemente em pacientes que ainda não evoluíram, mas têm características para evoluir - disse ele ao askanews - parece ser capaz de mudar a história natural da doença”.